PJ identifica jovem de 14 anos suspeito de atear fogo no Fundão

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A Polícia Judiciária (PJ) identificou um jovem com 14 anos, suspeito da autoria de um incêndio florestal ocorrido no Fundão, distrito de Castelo Branco, anunciou hoje aquela estrutura policial.

Em nota enviada à agência Lusa, o Departamento de Investigação Criminal da PJ da Guarda esclarece que o fogo ocorreu no dia 04, cerca das 16:00, num terreno adjacente ao Pavilhão Desportivo Municipal do Fundão.

“O referido menor, que se encontrava acompanhado de outros três jovens, com idades compreendidas entre os 14 e os 17 anos, confessou entretanto ter ateado o fogo por meio de chama direta num guardanapo de papel que seguidamente lançou ao solo”, refere a informação.

A PJ acrescenta que o incêndio “rapidamente fugiu ao controlo dos referidos menores” e que “todos eles se colocaram imediatamente em fuga do local”.

Segundo o referido, ardeu cerca de meio hectare de vegetação e o fogo “só não terá assumido proporções de maior gravidade devido à pronta e eficaz intervenção dos bombeiros, que rapidamente acorreram ao local dos factos”.

Qual a sua opinião?