in

Portugal com 12 mortes confirmadas associadas à doença do covid-19

Portugal elevou hoje para 12 o número de mortes associadas ao vírus da covid-19, segundo o boletim da Direção-Geral da Saúde (DGS), que regista 1.280 casos confirmados de infeção.

Estão confirmadas quatro mortes na região Norte, quatro na região Centro, três na região de Lisboa e Vale do Tejo e uma no Algarve, precisa o boletim epidemiológico divulgado hoje, com dados referentes até às 24:00 de sexta-feira.

Segundo estes dados da DGS, há mais 260 casos confirmados de infeção com o novo coronavírus, que provoca a doença covid-19, do que na sexta-feira.

O número de mortos duplicou em relação a sexta-feira, quando foram registadas seis mortes, indicam os dados, que dão conta de que cinco doentes já recuperaram.

Desde 01 de janeiro existem 9.854 casos suspeitos, dos quais 1.059 aguardam resultado laboratorial. Houve ainda 7.515 casos que não se confirmaram.

Veja o gráfico da evolução do número de casos confirmados, suspeitos e mortes em Portugal.

O número de contactos em vigilância pelas autoridades de saúde subiu para 13.155, mais 4.147 face a sexta-feira, refere o relatório da situação epidemiológica em Portugal.

Das 1.280 pessoas infetadas pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2), a grande maioria (1.124) está a recuperar em casa, 156 estão internados, 35 dos quais em Unidades de Cuidados Intensivos, mais nove do que na sexta-feira.

A região Norte é a que regista o maior número de infeções (644), seguida da região de Lisboa e Vale do Tejo (448), da região Centro (137), do Algarve (31) e do Alentejo (3).

Há cinco casos na Madeira e três nos Açores e ainda nove casos de estrangeiros.

Entre os doentes infetados, 649 são mulheres e 631 homens. A faixa etária mais afetada é a dos 40 aos 49 anos (242), seguida dos 30 aos 39 anos (234) e dos 50 aos 59 anos (214).

Os dados da DGS apontam que 33 casos resultam da importação do vírus de Espanha, 24 de França, 20 de Itália, nove da Suíça, quatro do Brasil, três do Reino Unido, três dos Países Baixos, dois de Andorra, dois dos Emirados Árabes Unidos, um da Bélgica, outro da Alemanha e Áustria, um da Índia e outro do Irão.

Segundo a DGS, 22% dos doentes positivos ao novo coronavírus apresentam como sintomas febre, 17% dores musculares, 14% cefaleias, 11% fraqueza generalizada, 10% tosse e 9% dificuldade respiratória.

Portugal encontra-se em estado de emergência desde as 00:00 de quinta-feira.

O estado de emergência proposto pelo Presidente prolonga-se até às 23:59 de 02 de abril.

O novo coronavírus já causou pelo menos 11.401 mortos em todo o mundo e foram detetados mais de 271.660 casos de infeção em 164 países e territórios.

Vários países adotaram medidas excecionais, incluindo o regime de quarentena e o encerramento de fronteiras.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Liga e Sindicato de Jogadores criam comissão de acompanhamento no âmbito da pandemia

Pico da pandemia do novo coronavírus em meados de abril – ministra da Saúde