PUB

Português condenado a 20 anos por matar a vizinha na Suíça

0 2.084

Confessou o crime a um inspetor da PJ portuguesa, infiltrado na cadeia onde estava em preventiva.

PUB

Um português de 52 anos foi condenado, na Suíça, a 20 anos de cadeia e internamento psiquiátrico por ter assassinado a vizinha, em Onex, em fevereiro de 2015.

O homem queimou o corpo numa mata de França e só confessou o crime em março de 2017 a um inspetor da PJ portuguesa, infiltrado na cadeia onde o homicida estava em preventiva.

O tribunal deu como provado que o motivo do homicídio de Nicole Bobillier, de 73 anos, foi a “obsessão” do português por dinheiro.

Algemou-a e matou-a “em longos minutos de asfixia” para roubar joias e 40 mil euros, encontrados na casa dele em Portugal.

Foi detido ainda em 2015, após dias a fingir que ela estava viva (vestia as roupas da vítima).

Ficou dois anos em preventiva e a Suíça, em último recurso, aceitou a sugestão de Portugal para um infiltrado. Confessou ao polícia o crime e onde deixou e queimou o corpo.

Queria que o ‘colega’ de cela fosse ao local buscar o crânio e o deixasse à porta do prédio da vítima.

Publicado originalmente em: Correio da Manhã

Outros conteúdos na web

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Artigos recomendados

Artigos recomendados