in

Português condenado a prisão perpétua por matar ex-companheira no Luxemburgo

Direitos Reservados

Marco Silva, o português suspeito de matar a ex-companheira, Ana Lopes, no Luxemburgo em 2017, foi esta terça-feira condenado a prisão perpétua.

A informação é avançada pela imprensa nacional que dá conta que o homem se assume como inocente mesmo após ter sido condenado. 

Recorde-se que Ana Lopes, natural de Seia, em Viseu, tinha 25 anos e o seu corpo foi encontrado pelas autoridades dentro do carro ao lado da fronteira francesa do Luxemburgo, em Roussy-le-Village.

O carro foi encontrado completamente devorado pelas chamas e um corpo carbonizado.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Jovens juntam-se sem máscara ou distanciamento em “festa clandestina” num bar do Porto

Homem apanhado a furtar catalisador