Categories: Mundo
| Em
13/10/2019 18:16

Português detido na Escócia confundido com autor do “massacre de Nantes”

As autoridades britânicas estão a ser acusadas de terem detido, este sábado, um homem inocente no aeroporto de Glasgow, na Escócia. A polícia acreditava que Guy João, um português que vive em França, era Xavier Dupont de Ligonnés, um homicida procurado há anos pelo assassinato da família.

Fonte policial confirmou, este sábado, à imprensa francesa que a Interpol tinha apanhado o suspeito de 58 anos, que estaria a bordo de um voo que tinha partido de Paris com destino a Glasgow.

O autor do “massacre de Nantes” está a monte desde 2011. Xavier Dupont de Ligonnés matou a mulher, Agnés, de 48 anos, e os quatro filhos, Arthur, de 21, Thomas, de 18, Anne, de 16, e Benoît de 13. Os corpos das vítimas foram enterrados no jardim da habitação onde viviam, assim como o dos dois cães.

O português, Guy João foi detido assim que saiu do avião. Mas os testes de ADN desmentiram a tese da polícia.

“Foram realizadas investigações apara confirmar a identidade do homem. Os resultados confirmaram que o detido não é o suspeito do crime de Nantes”, revela o The Guardian, referindo que o português já foi libertado.

Este sábado, o jornal Le Parisien e a agência de notícias France-Press davam conta, citando quatro fontes policiais distintas, que o homem detido em Glasgow era Xavier Dupont de Ligonnés.

Há cerca de sete anos que as autoridades recebem alertas de pessoas que acreditam ter visto o homicida. Xavier Dupont de Ligonnés continua em fuga.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã
Partilhar
Jornais/Revistas

Artigos republicados de prestigiados Jornais e Revistas nacionais online.

Comente. Dê a sua opinião!