in

Presidente da FPF lembra “qualidades ímpares” de Seninho

Redação, 04 jul 2020 (Lusa) – O presidente da Federação Portuguesa de Futebol, Fernando Gomes, lembrou hoje as “qualidades ímpares” de Seninho, lamentando a morte do antigo avançado do FC Porto, aos 71 anos.

“Foi com grande tristeza que tomei conhecimento da morte de Seninho, jogador do FC Porto e da seleção nacional, que vi jogar e que me habituei a admirar pelas suas qualidades ímpares”, escreveu o dirigente da FPF.

Gomes enviou “uma palavra de conforto e sentidos pêsames” à família e ao clube ‘azul e branco’ pela perda do luso-angolano, que foi campeão pelos ‘dragões’ em 1977/78 e morreu aos 71 anos, anunciou hoje o clube em comunicado.

Nascido Arsénio Rodrigues Jardim, em Angola, foi como Seninho que marcou o futebol português ao longo de sete épocas pelos portistas, entre 1969 e 1972 e depois entre 1974 e 1978, com um período pelo meio em que foi campeão pelo FC Moxico, em Angola, quando cumpria o serviço militar.

Fez 150 jogos e 33 golos pelo FC Porto, que ajudou a quebrar um jejum de 19 anos sem ser campeão nacional, além de ter conquistado uma Taça de Portugal (1976/77) e de ter jogado nos norte-americanos do New York Cosmos, ao lado de nomes como Pelé, Cruyff ou Beckenbauer.

Seninho somou também um golo em quatro encontros pela seleção portuguesa de futebol.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Covid-19: Chaves volta a receber espanhóis no primeiro fim de semana de fronteiras abertas

Ministra da Cultura realça “lugar capital” de Coimbra na arte contemporânea