Primavera chega amanhã com sol e temperaturas mínimas abaixo do normal

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A primavera chega amanhã ao hemisfério norte, pelas 16.15 horas, e nos primeiros dias traz sol, vento por vezes forte e frio, com temperaturas mínimas negativas em algumas regiões, “abaixo do que é normal para a época”.

“Amanhã, terça-feira, será um dia de céu pouco nublado, ainda apresentará períodos de maior nebulosidade até meio da tarde. O vento vai soprar fraco a moderado do quadrante norte, sendo moderado a forte, com rajadas até 60 km/h na faixa costeira ocidental e nas terras altas.

Para amanhã há também uma pequena descida da temperatura mínima, descida que rondará os 4º, e temos também formação de gelo ou geada nas regiões norte e centro”, disse à Lusa o meteorologista Bruno Café, do Instituto Português do Mar e da Atmosfera.

O primeiro dia de primavera será fresco, mas as temperaturas descem ainda mais nos dois dias seguintes, com as mínimas a fixarem-se em valores “abaixo do que é normal para a época”, sendo negativas no norte do país.

“Quarta-feira já temos temperatura mínimas abaixo de 0º previstas para algumas capitais de distrito como Bragança, Guarda e Braga. Depois temos Viana do Castelo, Vila Real, Viseu também, com temperaturas a rondar os 0º graus. Portanto, um dia com uma noite fria”, sintetizou Bruno Café.

Para os primeiros dias de primavera não se prevê chuva, sendo que para quarta-feira se prevê céu pouco nublado ou limpo, com o vento a “enfraquecer gradualmente”, já só se esperando vento forte nas terras altas até ao final da manhã.

Segundo a informação disponível na página do Observatório Astronómico de Lisboa, o equinócio da primavera acontece este ano no hemisfério norte pelas 16:15 de dia 20 de março.

“Esta estação prolonga-se por 92,79 dias até ao próximo solstício que ocorre no dia 21 de junho às 11:07”, acrescenta a nota do Observatório Astronómico sobre a data.

O equinócio, explica o Observatório, é o “instante em que o Sol, no seu movimento anual aparente, passa no equador celeste” e a palavra, na sua origem latina, significa noite com duração igual ao dia.

Dentro de dias, a 25 de março, na madrugada de sábado para domingo, a hora muda em Portugal para o horário de verão, com os relógios a adiantarem uma hora, à 1 hora para as 2 horas em Portugal continental e região autónoma da Madeira, e à meia-noite para a 1 hora na região autónoma dos Açores.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!