Primeiro “Game Jam” num museu português acontece a 22 e 23 de julho

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Nos dias 22 e 23 de julho, o Porto Graphics, em parceria com o UPTEC – Parque de Ciência e Tecnologia da Universi­dade do Porto, organiza o primeiro Game Jam a acontecer num museu português. A competição vai decorrer no MNSR – Museu Nacional de Soares do Reis e conta já com a participação de 60 concorrentes.

Ao longo de 32 horas, as 12 equipas terão de criar um jogo inspirado na exposição “A Cidade Global – Lisboa no Renascimento”, que se encontra presentemente no Museu Nacional de Soares do Reis (www.museusoaresdosreis.gov.pt) . Os participantes terão oportunidade de desenvolver o jogo no espaço do Museu (mesmo durante a noite), em contacto e acesso privilegiado a peças, mapas e obras da exposição.

“Desta vez superamos todas as expectativas. O evento foi recebido com um entusiasmo incrível e todas as vagas foram preenchidas no espaço de uma semana após a abertura das inscrições. Os Game Jam da Porto Graphics têm vindo a ganhar destaque nas comunida­des de criação de vídeo jogos, programadores e artistas, por juntarem pessoas com interesses e áreas de trabalho diferentes.” afirma Henrique Pinto da Porto Graphics (www.portographics.dcc.fc.up.pt), grupo de estudantes de computação gráfica da Faculdade de Ciências da U.Porto.

Os premiados do Game Jam no Museu terão acesso a uma semana de mentoria com es­pecialistas, com o intuito de catapultar os jogos criados no evento a um nível comercial. O melhor jogo terá acesso direto a pré-incubação no UPTEC (www.uptec.up.pt) e um prémio monetário atribuído pela .Tech Domains.

No dia 24 de julho, pelas 15horas, o MNSR abre portas para a sessão de apresentação dos jogos criados, momento em que o júri vai selecionar o melhor jogo e o público vai poder experimentar os jogos, conhecer os criadores e visitar a exposição.

Qual a sua opinião?