Obrigado por visitar o Informa+

Utilizamos cookies para melhorar a experiência do utilizador, fornecer funcionalidades de redes sociais, personalizar conteúdos, anúncios e analisar o tráfego no site. Consente? Pode alterar as suas definições de cookies em qualquer altura.

PUB
Categories: Famosos
| Em
20/01/2020 17:41

Príncipe Harry justifica-se publicamente. Em discurso emocionado, recorda a mãe e declara-se à mulher

Na sua primeira aparição pública depois de ter anunciado que ia afastar-se da família real, o príncipe Harry sentiu necessidade de se justificar perante os britânicos.

PUB

Num evento de caridade, perante uma plateia atenta, o duque de Sussex começou por dizer que o Reino Unido é a sua casa e fez declaração de amor à mulher, Meghan Markle.

“O Reino Unido é minha casa e é o lugar que eu mais amo. Isso nunca mudará. Eu cresci a sentir o vosso apoio e vi como receberam a Meghan de braços abertos ao ver-me encontrar o amor e a felicidade que eu esperava. Sei que vocês me conhecem suficientemente para acreditarem e confiarem que a mulher que escolhi como esposa tem os mesmos valores que eu. É a mulher por quem me apaixonei. Nós fazemos de tudo para hastear a bandeira e cumprir os nossos papéis com orgulho. Quando eu e a Meghan casámos, ficámos empolgados, esperançosos e estávamos aqui para vos servir.

Mais à frente, Harry reiterou que continuará a servir a avó, a rainha. Por outro lado, assumiu erros cometidos e garantiu que não está a ir embora do país.

A decisão que tomei de eu e a minha esposa recuarmos não foi tomada de ânimo leve. Foram muitos meses de conversas depois de tantos anos de desafios. E eu sei que nem sempre fiz bem as coisas, mas no que diz respeito a isto, realmente não havia outra opção. O que eu quero deixar claro é que não estamos a ir embora, certamente que não. A nossa esperança é continuar a servir a rainha, a comunidade e as minhas associações. (…) Afastei-me da minha família e de tudo o que já conheci para dar um passo à frente e espero conseguir ter uma vida mais pacífica. Mas é uma honra servir a rainha e o meu país”, declarou.

Depois, Harry recordou a mãe e deixou críticas implícitas à ‘feroz’ imprensa britânica.

“Quando perdi minha mãe, há 23 anos, vocês abraçaram-me, cuidaram de mim! Mas os media são uma força poderosa e a minha esperança é que um dia a nossa força possa ser mais poderosa, porque isso é muito maior do que nós”.

O filho mais novo do príncipe Carlos terminou o discurso com um agradecimento à família e ao povo britânico.

Foi um privilégio servi-los e pretendemos continuar a fazê-lo. Também foi um privilégio conhecer muitos de vocês e sentir o vosso entusiasmo com o nosso filho Archie. Vou ter sempre o maior respeito pela minha avó, a minha comandante, e sou-lhe muito grato, a ela e ao resto da família, pelo apoio que deram a mim e à Meghan nos últimos tempos. Vou continuar a ser o mesmo homem, que ama o seu país e dedica a sua vida a apoiar causas, instituições de caridade e comunidades militares, que são tão importantes para mim. Vocês ensinaram-me muito sobre a vida. Este papel ensinou-me aquilo que é certo e coisas que jamais poderia imaginar. Estamos a dar um salto de fé. Obrigado por me darem coragem e aceitarem isto. Próxima etapa!”, concluiu.

PUB
Receba notícias de última hora e informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar gosto ➜  
Partilhar
Mais informação sobre: Meghan MarklePríncipe Harry
PUB
Comente. Dê a sua opinião
PUB