Produção agrícola recua 2,8% em 2016 na UE e 2,5% em Portugal

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A produção agrícola caiu 2,8% em 2016 na União Europeia, face ao ano anterior, para um valor de 405,0 mil milhões de euros, e 2,5% em Portugal, para os 6,9 mil milhões de euros, segundo dados do Eurostat.

De acordo com o gabinete de estatísticas da UE, a quebra de 2,8% na produção agrícola dos 28 face a 2015 deve-se principalmente à diminuição de 3,3% do valor da produção animal.

Com uma avaliação de 70,3 mil milhões de euros (17% do total da UE) em 2016, a França é o maior produtor agrícola do conjunto dos Estados-membros, seguida da Itália (53,4 mil milhões de euros, 13% do total), da Alemanha (52,9 mil milhões, 13%), da Espanha (46,8 mil milhões, 12%), do Reino Unido (27,9 mil milhões, 7%), da Holanda (27,0 mil milhões, 7%), da Polónia (22,4 mil milhões, 6%) e da Roménia (15,4 mil milhões de euros, 4% do total da UE).

Face a 2015, a Eslováquia foi o país que mais aumentou a produção agrícola no ano passado (10,7%), seguida da Polónia (4,6%), da Hungria (4,1%), da República Checa (3,5%) e da Croácia (3,4%).

As maiores quebras foram assinaladas na Estónia (19,8%), na Letónia (8,3%), em França (6,5%), na Dinamarca (5,4%) e na Eslovénia (5,2%).

Em Portugal, a produção agrícola recuou 2,5% de 2015 para 2016, para um valor de 6,9 mil milhões de euros.

Qual a sua opinião?