PUB
Categories: Televisão
| Em
25/11/2019 12:21

Produção do Big Brother reage a polémica após gravação de abuso sexual a concorrente

A produtora espanhola do programa Big Brother emitiu um comunicado depois de ser acusada de silenciar um abuso sexual a uma concorrente.

PUB

Depois do jornal El Confidencial ter publicado os vídeos, que mostrava a vítima ser confrontada pelas imagens, a produção justifica agora a sua atuação.

Em comunicado publicado na revista Variety, a produção assegura que a equipa cumprir os protocolos.

“A equipa em funções à noite suspeitava que tinha ocorrido um incidente e comunicou-o aos produtores executivos do programa. Depois de este ter sido analisado, o concorrente José María [acusado de abuso] foi expulso da casa, enquanto Carlota recebeu apoio de profissionais independentes. Depois de vários dias no exterior, durante os quais Carlota foi acompanhada durante todo o tempo e continuou a receber apoio psicológico, [a concorrente] decidiu não apresentar queixa e voltar para o programa, com o apoio de psicólogos”, esclarece a nota.

“Nenhum conteúdo foi gravado com a intenção de ser transmitido”, acrescenta.

“O material foi fornecido apenas como prova quando solicitado pelas autoridades. As decisões de não informar os concorrentes do incidente e de se ter pedido a Carlota que não o mencionasse naquele momento foram tomadas de boa fé pela equipa da produção, a fim de de proteger a sua privacidade e porque o incidente iria ser reportado à Polícia. Por razões judiciais, respeitamos o processo legal em curso”, pode ler-se ainda.

Concorrente desconhecia abuso sexual

As câmaras do programa gravaram tanto o episódio de abuso como a altura em que esta, sem aviso prévio, foi comunicado à concorrente.

Os vídeos gravados pela produtora Zeppelin TV foram divulgados e mostram a jovem no confessionário a ser informada pela produção da violação.

Carlota começou a assistir à gravação, numa altura em que os concorrentes estão deitados na cama, quase a dormir.

Ouve-se uma voz dizer “olha para mim”. Carlota responde “não”.

Sem perceber, pergunta à produção “o que se passa?”.

O vídeo continua e José María pede para a concorrente tirar a camisola. “Tira isso”.

A partir daí, a concorrente ficou em choque com o que viu. “Vai dar-me uma coisinha má. Raios partam”.

No confessionário, a jovem não quer acreditar no que estava a ver. Tapa a boca e os olhos com a mão, vira-se para trás e para os lados, pedindo várias vezes para pararem a gravação.

A chorar ouve a produção pedir para o assunto “morrer ali”.

“Não quero falar com a psicóloga, quero falar com meus amigos de aí de fora. E preciso que me assegure de que o que eu vou dizer não vai sair. Porque, como é evidente, vou falar sobre isso”.

“Carlota, este assunto, por José María e por si, para o bem de ambos, não deve sair daqui.”, afirma o Super, (voz condutora do programa).

Carlota Prado está em tratamento psicológico e psiquiátrico, sem poder trabalhar, indica o jornal El Confidencial.

PUB
Partilhar
Redação

O Informa+ é uma publicação periódica online portuguesa que se dedica à divulgação e partilha na internet de notícias, informações importantes e ainda ferramentas úteis para o seu dia-a-dia.

Mais informação sobre: Big BrotherEspanha
PUB
Comente. Dê a sua opinião!
PUB