Proteção Civil alerta para risco de incêndios com subida das temperaturas

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A Autoridade Nacional de Proteção Civil alertou hoje para o perigo de incêndios a partir de sexta-feira e durante os “próximos dias”, face a previsões de subida de temperatura e à seca que o continente atravessa.

Citando informação do Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA), a Proteção Civil alerta para um “período de tempo seco e subida de temperatura, para valores acima da média para esta época do ano”.

“Estão reunidas condições favoráveis à propagação de incêndios rurais na eventualidade de se verificarem ignições do material lenhoso, uma vez que o país atravessa um já longo período de seca e, além disso, existe ainda grande quantidade de material combustível acumulado e suscetível de arder rápida e violentamente nos espaços florestais”, alerta a Proteção Civil em comunicado.

No documento a entidade recorda que em locais em que haja um elevado risco de incêndio não é permitida a realização de queimadas, e se o risco for muito elevado não são permitidas fogueiras para recreio, lazer ou cozinhar, nem utilizar equipamentos de queima e de combustão destinados à iluminação ou à confeção de alimentos, nem queimar matos ou lançar balões (de mecha acesa) ou foguetes, entre outras medidas.

Na página oficial o IPMA prevê para sexta-feira, 17 de novembro, temperaturas máximas que podem chegar aos 22 graus, especialmente na zona sul do continente.

Para sábado está prevista nova subida das temperaturas entre um a dois graus.

Qual a sua opinião?