in

PS repudia “declarações abusivas” e “teoria da conspiração” de Rio sobre Centeno

Lisboa, 13 mai 2020 (Lua) — O PS repudiou hoje as “declarações abusivas” do líder do PSD sobre o debate parlamentar desta tarde, considerando que Rui Rio quis desviar as atenções “para uma certa teoria da conspiração” ao defender a saída de Mário Centeno.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Minutos antes, em declarações aos jornalistas nos passos perdidos do parlamento, Rui Rio considerou que o ministro das Finanças “não tem condições para continuar” no Governo uma vez que “não foi leal ao primeiro-ministro”, já tem “uma crítica pública do Presidente da República e, hoje à tarde, no debate no parlamento a bancada do PS não o defendeu, limitou-se a criticar o passado para não ter de ficar calado”.

“Rui Rio fez há pouco declarações abusivas sobre aquilo que foi o debate desta tarde. O debate desta tarde não passou por saber se o ministro das Finanças, Mário Centeno, foi, é ou será ministro das Finanças. Do nosso ponto de vista isso não é minimamente discutível”, disse, em resposta, o vice-presidente da bancada do PS, João Paulo Correia.

Na perspetiva do deputado do PS, “Rui Rio quis desviar aquilo que foi o debate desta tarde para uma certa teoria da conspiração”, repudiando e lamentando que “isso tenha acontecido”.

“O senhor ministro das Finanças tem feito um trabalho notável ao serviço do país”, defendeu João Paulo Correia, considerando que o líder do PSD quis “desviar a atenção quando o PS meteu o dedo na ferida naquilo que foi a responsabilidade do PSD na resolução do BES”.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto da nossa página de facebook ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Covid-19: Fronteiras terrestres com Espanha vão continuar fechadas até 15 de junho

Covid-19: “Pelos Profissionais do Palco” quer suspensão de dívidas ao fisco e à segurança social