in

PSD pede esclarecimentos escritos à administração do Novo Banco

O PSD pediu hoje esclarecimentos, por escrito, à administração do Novo Banco que permitam “comprovar a justiça” da transferência de 850 milhões de euros do Fundo de Resolução para esta instituição, recusando tratar-se de qualquer “manobra” partidária.

PUBLICIDADE

Em declarações aos jornalistas no parlamento, o deputado do PSD Duarte Pacheco anunciou que, depois de o presidente do partido, Rui Rio, ter feito na quarta-feira “perguntas pertinentes” ao primeiro-ministro, que “não obtiveram resposta”, hoje o presidente do Novo Banco disse estar disponível para informar o parlamento e prestar todos os esclarecimentos necessários.

“Por isso mesmo, o PSD, antes que qualquer audição ocorra em sede parlamentar, dirigiu desde já uma carta à administração do Novo Banco pedindo que nos seja enviada esta informação”, afirmou.

Em concreto, os sociais-democratas querem saber: “Porque é que determinado património foi vendido abaixo do preço do mercado? Porque é que carteiras de créditos antes consideradas positivas, de repente, se transformaram em negativas? E quem foram os compradores, quem beneficiou com esta alienação?”, questionou.

PUBLICIDADE

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Receba notícias de última hora e ainda informações importantes sobre Portugal e o mundo, basta clicar no gosto ➜  

Deixe uma resposta

Loading…

0

ARTIGOS RECOMENDADOS

Marcelo vê na harmonia entre espécies no Oceanário “um bom retrato” da política portuguesa

DECO alerta: se for obrigado a comprar uma máscara numa clínica ou hospital privado reclame