in

PSD: Rio considera “mais fácil” partido chegar ao poder se vencer e admite preparar “sucessor”

Lisboa, 10 jan 2020 (Lusa) – O presidente do PSD, Rui Rio, defendeu hoje que será “muitíssimo mais fácil” o partido chegar ao poder se vencer as diretas no sábado e promete preparar “um sucessor” que possa vir a ser primeiro-ministro, se não o conseguir.

“Se eu ganhar as eleições e, ainda assim, não conseguir chegar a primeiro-ministro, eu tenho, o partido tem que fazer em paralelo um trajeto em que faça emergir aquele que deve ser o meu sucessor para chegar ao poder. Se eu chegar, a questão não se põe”, afirmou o também recandidato à liderança, em entrevista à TSF.

Rui Rio diz não ter esse nome na cabeça e reconhece que são hoje menos as figuras destacadas do PSD do que há 20 anos: “Não há um leque de escolha brutal, mas há alguns, e outros que estão numa segunda linha e em que é preciso reparar para ver se chegam a patamar de primeira linha”, afirmou.

“Eu acho que é muitíssimo mais fácil o PSD chegar ao poder se eu ganhar as eleições de sábado do que se não ganhar. Se isso não fosse para mim evidente, também não estava a candidatar”, afirmou.

Sugestões para ti