in

PSP fez 156 detenções em fiscalização rodoviária, 72 por condução sob efeito de álcool

Lisboa, 14 jul 2020 (Lusa) – A PSP realizou 156 detenções, das quais 72 por condução sob o efeito do álcool e 84 por condução sem habilitação legal, durante uma operação de fiscalização efetuada nos últimos sete dias, informou hoje esta força de segurança.

“Destas [detenções], 12 foram registadas com o condutor a dirigir um veículo de duas rodas a motor”, adianta a PSP, que no total apreendeu 77 veículos, 69 títulos de condução e 61 documentos de veículos por infrações de diversas tipologias.

A PSP refere que a operação dedicou especial atenção à fiscalização específica dos veículos de duas rodas com motor e que das 1.268 viaturas controladas em excesso de velocidade, 77 eram motociclos.

Nesta categoria foram ainda detetados três condutores a circular sem capacete e 11 sem seguro obrigatório, acrescenta a PSP.

Também as 149 infrações registadas por utilização de telemóvel em simultâneo com a condução, três são imputadas a condutores que dirigiam veículos de duas rodas, esclarece ainda a polícia.

A operação mobilizou cerca de 2.000 polícias a nível nacional e permitiu a fiscalização de mais de 21.000 viaturas, das quais 3.070 veículos de duas rodas, bem como o controlo de velocidade de 58.000 viaturas (em controlos de velocidade que a PSP continua a anunciar nas redes sociais).

Em termos globais – indica a PSP – as infrações mais comuns foram a circulação de veículo sem inspeção (134 situações) ou sem seguro (107), incumprimento da obrigação de paragem perante o semáforo vermelho (41) e a mudança irregular de via de trânsito (19).

Entre 07 e 13 julho, quando decorreu a operação, a PSP registou ainda 856 acidentes rodoviários, de que resultaram um morto e 266 feridos, oito dos quais em estado grave.

Com este tipo de operação de fiscalização, a PSP quer contribuir para a diminuição dos índices de sinistralidade, lançando o aviso: “Com a Operação Polícia Sempre Presente — Verão Seguro 2020, a circulação rodoviária continuará a ser permanentemente monitorizada por parte da PSP”.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Concorrência quer fim da fidelização nas telecomunicações para promover leilão 5G

Mais de dois mil hectares ardidos em Castro Verde