PSP interrompeu velório para levar vítima de legionela

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O corpo de uma das vítimas mortais do surto de ‘legionella’ no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, foi recolhido pela PSP quando estava a decorrer o velório em Campo de Ourique, por ordem do DIAP, disse à Lusa fonte policial.

Fonte do Comando Metropolitano da PSP de Lisboa confirmou à Lusa que a recolha do corpo foi efetuada quando já estava a decorrer o velório, na Igreja de Santo Condestável, em Campo de Ourique, Lisboa.

“Confirmo essa situação. O DIAP [Departamento de Investigação e Ação Penal] de Lisboa ordenou a recolha do corpo para autopsia no Instituto de Medicina Legal”, afirmou.

O Ministério Público ordenou igualmente a autópsia ao corpo da outra vítima mortal, o que originou que a data das cerimónias fúnebres tivesse de ser alterada, disse à Lusa fonte da família.

O Ministério Público já tinha anunciado hoje que os elementos recolhidos originaram a abertura de um inquérito ao surto de ‘legionella’.

As autoridades de saúde indicaram que o surto de ‘legionella’ no Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, entrou numa fase descendente, havendo indícios de que as medidas corretivas já estão a surtir efeito.

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?