Salário mínimo em Espanha vai aumentar 22% e fica nos 900 euros

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O salário mínimo vai aumentar 22% em Espanha em 2019, passando para os 900 euros.

A remuneração mínima mensal em Espanha está neste momento balizada nos 735,9 euros e, em 2019, vai avançar para os 900 euros. Esta atualização, de 22,3%, resulta do acordo sobre o Orçamento do Estado para 2019 alcançado esta quinta-feira entre o presidente do governo espanhol, Pedro Sanchez, e o Podemos.

Para chegar a este valor ambas as partes tiveram de ceder, já que Pedro Sanchez defendia uma subida do SMN para os 850 euros, enquanto o Podemos exigia mil euros.

Com o acordo agora alcançado, os espanhóis que auferem o SMN vão contar com um aumento mensal da ordem dos 164,1 euros por mês. O governo estima que o impacto orçamental da medida rondará os 340 milhões de euros.

Este artigo foi publicado originalmente no Dinheiro Vivo

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!