Seca no Lindoso mostra aldeia submersa há 25 anos

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A seca no Minho tem colocado a descoberto diversas aldeias, portuguesas e espanholas, que tinham sido abandonadas e tomadas pelas águas com a construção de barragens.

Com a descida das águas na barragem do Lindoso, servida pelo rio Lima, a aldeia galega de Aceredo tornou-se num desses casos, voltando a ser vista depois de muito tempo submersa.

Ao todo, foram precisos 25 anos para que esta aldeia voltasse a surgir no horizonte: Aceredo deixou de existir enquanto povoação corria o ano de 1992.

As imagens da aldeia perdida nas águas foram captadas este fim-de-semana, altura em que os antigos habitantes voltaram ao local para rever as suas antigas casas.

O emocionante momento foi captado em vídeo:

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Qual a sua opinião?