in

“Só queriam ver sangue e facadas”: amigo de jovem de 15 anos assassinado em Cascais revela pormenores do crime

Direitos Reservados

Um amigo de Tomás Braga, o jovem de 15 anos que foi assassinado em Cascais, contou ao CM pormenores do crime.

Não quer ser identificado porque tem medo de represálias. Estava com a vítima no momento em que tudo aconteceu, tentou impedir o homicídio, mas foi ameaçado: “Eu ainda consegui agarrar o Dolário, mas ele ameaçou-me com a faca. Larguei-o e foi quando eles se pegaram.”

A testemunha afirma que Dolário Salvador, de 18 anos, fazia ameaças constantes. “O Dolário é que andava sempre a ligar-lhe, a mandar mensagens a dizer que o ia apanhar e que ia sair-lhe caro”, recordou o jovem.

No dia do ataque, sexta-feira, o homicida (já em preventiva) estava acompanhado de mais de 20 pessoas. “Foi incentivado por outras pessoas que só queriam ver sangue e facadas. Já só tinha isso na cabeça. Ainda houve alguém que disse ‘Larga a faca’, mas ele não fez nada disso”, descreve o amigo da vítima.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Deixe uma resposta

Loading…

0

Mãe acusada de matar dois filhos recém-nascidos no distrito de Aveiro

Pai de Valentina condenado a pena máxima. Madrasta apanha 18 anos e nove meses

Sugestões para ti