in

Telma Monteiro é a única resistente e disputa meias-finais do Grand Slam de Paris

A judoca Telma Monteiro apurou-se hoje para as meias-finais do Grand Slam Paris na categoria de -57 kg, perfilando-se como a única atleta da comitiva portuguesa a lutar pelas medalhas no primeiro dia de competição.

Telma Monteiro, que venceu a prova em 2012 e 2015, ficou dispensada de disputar a ronda inaugural, impondo-se nas duas seguintes à romena Corina Stefan e à alemã Inês Beischmidt, em ambos os casos por ‘ippon’, após 5.13 e 2.57 minutos, respetivamente.

Na luta pela pelo acesso às meias-finais, a portuguesa, que conquistou ainda duas medalhas de bronze (2008 e 2011) e uma de prata (2007) no mais importante Grand Slam de judo, impôs-se à kosovar Nora Gjakova, graças a um ‘waza-ari’, depois de ambas terem sofrido duas penalizações.

Telma Monteiro vai discutir a passagem à final com Sumiya Dorjsuren, da Mongólia, assumindo-se como a única judoca portuguesa a competir durante a tarde de hoje em Paris, uma vez que nenhum dos outros cinco atletas lusos se apurou para as meias-finais.

Joana Ramos ainda ultrapassou as duas primeiras rondas na categoria de -52 kg, ao impor-se à turca Irem Korkmaz, por ‘ippon’, e à australiana Tinca Easton, por ‘waza-ari’, mas perdeu com a japonesa Ai Shishime, por ‘ippon’.

Na categoria de -66 kg, João Crisóstomo e Sergiu Oleinic não passaram do primeiro combate na prova parisiense, perdendo ambos por ‘ippon’ com o francês Kevin Azema e o israelita Tal Flicker, respetivamente.

Jorge Fernandes teve idêntica sorte em -73 kg frente ao tajique Somon Makhmadbekov (depois de ter conquistado um ‘waza-ari’), tal como Francisco Mendes na categoria de -60 kg, perante o brasileiro Felipe Pelim, ambos eliminados na estreia e também por ‘ippon’.

Deixe uma resposta

Loading…

0

Bauhaus vence Volta à Arábia Saudita, Rui Costa em terceiro lugar

Metro de Lisboa contratualiza aquisição de carruagens e sistema de sinalização