“Tiroteio em massa” em igreja do Texas causa várias vítimas

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Pelo menos 15 pessoas foram baleadas, este domingo, numa igreja em Sutherland Springs, no sul do Texas (EUA). O atacante foi abatido.

O número de vítimas ainda não foi contabilizado. De acordo com a Fox News, o autor do “tiroteio em massa”, como descreveram as autoridades, foi morto pela polícia depois de ter atirado contra os fiéis.

Segundo o jornal local “The Wilson County News”, o atacante entrou na Primeira Igreja Batista de Sutherland Springs, pelas 11.30 horas locais (17.40 de Lisboa) e abriu fogo contra a multidão. O responsável da polícia local, Joe Tackitt, confirmou que o tiroteio causou vários feridos e mortos.

O FBI e os Texas Rangers (polícia do Texas) estabeleceram um perímetro à volta da igreja e estão a investigar o caso.

No local, verifica-se um grande aparato policial e de equipas de socorro médico, incluindo dois meios aéreos.

O governador do Estado do Texas, Greg Abbott, deixou uma mensagem às vítimas e respetivas famílias, no Twitter, pouco depois do tiroteio: “As nossas orações estão com todas as pessoas apanhadas por este ato terrível. Agradecemos às forças de segurança pela resposta”.

A igreja em causa situa-se a 64 quilómetros da cidade de San Antonio.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?