Toxicodependente aplicou golpe “mata-leão” e violou freira ‘Tona’ depois de morta

A freira Antónia Pinho, de 61 anos, foi encontrada morta numa casa, ao início da tarde deste domingo, na Rua da Arrifana, em S. João da Madeira.

O suspeito do homicídio é um homem de 45 anos, que saiu há três anos da prisão depois de cumprir três anos de pena por violação.

O homem admitiu o crime. Segundo comunicado da Polícia Judiciária, “o detido, após ter conseguido atrair a vítima até ao interior da sua habitação, com o pretexto de lhe oferecer um café por esta o ter transportado na sua viatura até ali”, disse-lhe que queria manter relações sexuais, o que lhe foi recusado.

O suspeito “recorreu à força física aplicando à senhora, ao que tudo indica, um golpe de estrangulamento denominado mata-leão que terá sido a causa da morte”.

Após o golpe que provocou asfixia, “deitou-a sobre a cama e terá mantido relações sexuais”.

A irmã ‘Tona’ era conhecida por se deslocar de lambreta pelas ruas da cidade, e por ajudar idosos e toxicodependentes, conta o Correio da Manhã.

Recomendados

Recomendados

Comente, qual a sua opinião?
A carregar...

Outros conteúdos na web