in

Treinador do Boavista não quer “facilitismos” diante do Belenenses SAD

Porto, 15 fev 2020 (Lusa) — O treinador do Boavista frisou hoje que “é preciso fazer tudo para que os resultados aconteçam”, alertando para o risco de haver “facilitismos” na receção ao Belenenses SAD, em jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol.

Daniel Ramos referiu o Boavista está num “momento positivo”, com três vitórias consecutivas, ao passo que a equipa lisboeta apresenta “alguma intermitência” quanto a resultados, tendo perdidos os seus dois últimos encontros.

O técnico axadrezado afirmou que “existe alguma vantagem do ponto de vista anímico” da sua equipa devido a esses resultados recentes, “mas não é por aí”, e adiantou que o assunto tem sido muito falado a nível interno, tendo em vista “limar arestas e aprimorar comportamentos”.

Daniel Ramos antevê “um jogo interessante” e desvalorizou o facto de o Boavista ter conseguido pontuar mais fora de casa (15 pontos) do que perante o seu público (13), sublinhando que “o que interessa são os pontos”.

“Podermos festejar em casa com os nossos adeptos é uma dupla satisfação, mas os pontos são a prioridade”, reforçou.

O que o treinador do Boavista ambiciona é dar “continuidade” a este ciclo, só com vitórias na segunda volta do campeonato, o que pressupõe “fazer tudo para que os resultados aconteçam”.

“Não podemos passar o jogo e olharmos para ele dizendo facilitámos e não fizemos tudo para conseguir um resultado melho’. Isso é que me preocupa e esse é o alerta que tenho passado. Nada de facilitismos, porque é extremamente difícil vencer e muito mais difícil ter uma sequência de vitórias”, sustentou.

O médio ofensivo Gustavo Sauer foi punido com um jogo de suspensão por ter visto o quinto cartão amarelo e não é opção para esta partida com o Belenenses, o que pode abrir a porta ao regresso de Marlon ao flanco esquerdo da defesa boavisteira.

Daniel Ramos aproveitou para dizer que não é por ganhar que o onze inicial é sempre igual, alegando que “não dá para adormecer, isto é para andar”.

O Boavista mantém o seu grande objetivo, a permanência, apesar dos três triunfos consecutivos que lhe permitiram ocupar um lugar na metade superior da tabela classificativa (8.º).

“Neste momento” não existem razões para uma revisão das prioridades, disse Daniel Ramos, o que, porém, admitiu, poderá acontecer quando tal for alcançado. “Até lá não”, reforçou.

Com 28 pontos, o Boavista ficará muito perto desse seu objetivo se, no domingo, vencer o Belenenses SAD, mas Daniel Ramos preferiu sublinhar que ainda “há muito campeonato” e guardar segredo sobre a meta pontual da sua equipa.

O espanhol Bueno sofreu “um traumatismo facial” e tem usado “uma máscara” para se proteger, razão pela qual subsistem dúvidas quanto à sua utilização.

O Boavista, 8.º classificado, com 28 pontos, recebe no domingo o Belenenses SAD, 15.º, com 18, em jogo da 21.ª jornada da I Liga portuguesa de futebol marcado para as 15:00, no Estádio do Bessa, no Porto.

 

Deixe uma resposta

Loading…

0

Paulo Cafôfo anuncia candidatura a líder do PS/Madeira

Boticas e Montalegre excluídas do concurso de pesquisa de lítio por já terem licenças