PUB
Categories: Sociedade
| Em
25/10/2019 12:06

Vídeo: Ainda sem previsão de alta, pais mostram bebé Matilde no hospital

Matilde,  a bebé que sofre de atrofia muscular espinhal do tipo I, encontra-se internada no Hospital de Santa Maria, desde a passada sexta-feira, “a recuperar” de uma “pneumonia inferior no lado direito”.

PUB

Esta quinta-feira, os pais partilharam um vídeo no Facebook, onde a menina surge bem disposta, a interagir e onde é notória a sua evolução.

Na mesma publicação, os pais dizem que a “pneumonia foi causada pelo vírus que provoca as bronquilites e outras infeções respiratórias” e que Matilde continua “estável com evolução favorável”.

Ainda não há previsão de alta.

Os pais agradecem ainda todo o apoio que têm recebido ao longo desta caminhada.

LEIA AQUI NA ÍNTEGRA

“Olá meus queridos,

Não temos dado notícias, eu não gosto nada de estar no hospital e também não é fácil para os papás nem para os manos… 😥

A minha pneumonia foi causada pelo vírus que provoca as bronquilites e outras infeções respiratórias, como as pneumonias 😞

Continuo estável com evolução favorável, estou a responder bem ao antibiótico e a conseguir soltar as secreções com a ajuda da tosse assistida e da aspiração 🙏

Comecei a fazer os vapores que também ajudam abrir a caixa torácica e a soltar as secreções, agora é esperar porque demoro mais a recuperar e fico mais atrapalhada 😥

Ainda não tenho previsão para ter alta 😥

Ontem já consegui dormir bem de noite e tenho estado bem disposta 🤗

Como estou muito tempo com a ventilação, quando tiro fico assim, a querer ver tudo 😁

Agora vou tentar descansar 😴

Obrigada a todos pela preocupação e pelas mensagens de carinho 🥰
Mais uma vez obrigada por tudo 🙏

Beijinhos nos vossos corações doces da vossa Matilde 💜”.

Pais de Matilde “exaustos e com o coração nas mãos”

Na passada semana, os pais assumiram estar “exaustos e com o coração nas mãos” depois de verem a menina ser diagnosticada com uma pneumonia.

PUB
Partilhar
Patricia Runa

Licenciada em Ciências da Comunicação, abraço este novo desafio, para poder "voar" numa profissão que ainda pode fazer a diferença.

PUB
Comente. Dê a sua opinião!
PUB