Categories: Atualidade
| Em
21/10/2019 09:56

Vídeo mostra interior da gruta espanhola onde estão presos quatro portugueses

Uma equipa de resgate foi acionada para localizar quatro espeleólogos portugueses que estão desde sábado na gruta de Cueto-Coventosa, em Espanha.

As equipas de socorro aguardam pela descida do nível da água, para entrarem na gruta, disse à Lusa uma fonte da Fundação de Espeleosocorro Cántabro.

“Estamos à espera que baixem os níveis da água, para depois subirmos ao encontro dos quatro portugueses que, em princípio, estão bem e à nossa espera”, disse à agência Lusa Martín González Hierro, da Fundação Espeleosocorro Cántabro (ESOCAN).

A equipa de resgate poderá instalar cordas e corrimões se o nível da água não baixar.

Os quatro portugueses entraram no sábado pela entrada de Cueto às 11h00 (10h00 em Lisboa).

Os outros três companheiros que esperaram no exterior, na ausência de notícias dos espeleólogos, entraram ao meio-dia de domingo (11h00 em Lisboa) para ver se os encontravam, mas o elevado nível da água impossibilitou que prosseguissem a marcha.

Em julho do ano passado, três espeleólogas desapareceram na mesma gruta no norte de Espanha.

As mulheres acabaram por ser resgatadas dois dias depois de terem entrado na Cueto-Coventosa.

Na altura, o El Mundo fez uma reportagem onde através de um vídeo se mostra como é por dentro a gruta mais profunda da Europa.

Partilhar
Redação

O Informa+ é uma publicação periódica online portuguesa que se dedica à divulgação e partilha na internet de notícias, informações importantes e ainda ferramentas úteis para o seu dia-a-dia.

Mais informação sobre: Cueto-CoventosaEspanhaGruta
Comente. Dê a sua opinião!