“Vim planear o meu casamento e acabei a planear o teu funeral”, diz irmã de surfista

Detectámos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

A irmã da jovem surfista açoriana que morreu na noite de passagem de ano deixou uma mensagem emocionante nas redes sociais. Jovem vai ser homenageada no sábado.

“Vim aqui para planear o meu casamento e acabei por planear o teu funeral! Não é justo, meu amor”, escreveu Leslie Ann, a irmã de Tânia Oliveira, jovem promessa do surf nacional, que morreu vítima de inalação de monóxido de carbono na noite de passagem de ano.

Leslie Ann está noiva desde junho de 2016. Vive nos EUA e viajou para Ponta Delgada durante as festividades de Natal para preparar o casamento.

“Despedir-me de ti é a pior coisa que tive de fazer na vida. Estava tão feliz com a tua mudança para a América para viver comigo após cinco anos separadas. Estou tão devastada. Queria tanto abraçar-te outra vez”, lê-se na mensagem de Leslie Ann, no Instagram.

“Queria que o tempo voltasse atrás para te beijar uma e outra vez minha linda irmã. Estamos destroçados e perdidos com a tua perda…”, escreve Leslie Ann. “Esta casa, o oceano, esta ilha NãO são o mesmo sem ti. Ver-te em todos os jornais e notícias por todo o mundo, a tua perda está a afetar-nos a todos”, lê-se na mensagem, acompanhada de uma foto das duas jovens.

“Olha por nós, principalmente pelos nossos pais. Não consigo vê-los desta forma. Por favor, dá-nos força para lutar contra esta dor que é tão profunda nos nossos corações. Amo-te para todo o sempre, Tânia Oliveira, minha surfista, minha campeã”, desabafa Leslie.

A “Santa Bárbara Surf School”, nos Açores, anunciou para amanhã uma homenagem a Tânia Oliveira, a que se associou a Associação Açores de Surf e Bodyboard convida a comunidade de Surf e Bodyboard.

Este artigo foi publicado originalmente no Jornal de Notícias

Recomendado pelo Informa+

Qual a sua opinião?