Violador e homicida de menina morto a tiro em público

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

Muhammad al-Maghrabi, acusado de ter violado e matado uma menina de apenas três anos, no mês passado, foi morto a tiro em público em Sanaa, no Iémen. Tudo se passou no Iémen e foi transmitido por alguns dos canais do país.

Em fotografias divulgadas pela Reuters pode ver-se al-Maghrabi a sair da carrinha da prisão onde estava detido para depois se deitar no chão de barriga para baixo e mãos atrás das costas. Posteriormente, um homem que se presume ser um polícia surge armado com uma metralhadora e pronto a disparar atrás do atacante.

Foram centenas as pessoas que assistiram ao vivo à morte do homem de 41 anos, existindo até relatos de que muitos dos que estavam presentes gravaram tudo com os seus telemóveis.

De acordo com a Sharia – a lei islâmica – o homicídio é punido com a pena de morte.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Recomendações

Recomendações

Comente e partilhe a sua opinião!

Vídeo do dia