Vodafone vai ajudar até 10 milhões de jovens a desenvolver competências digitais e a encontrar emprego

Detectámos que tem um Ad Block ativo

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o Ad Block (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O Grupo Vodafone anuncia hoje que, até 2022, vai ajudar até 10 milhões de jovens a desenvolverem as suas competências digitais, facilitando a procura de emprego num mercado cada vez mais tecnológico e digital. Intitulado ‘What will you be?’, este é o maior programa a nível mundial com o objetivo de preparar jovens (14 – 25 anos) para a economia digital e disponibilizar aconselhamento de carreira em 18 dos países onde o Grupo está presente.

A iniciativa materializa-se em dois grandes eixos de intervenção: a ferramenta Future Jobs Finder e o aumento do número de vagas destinadas a jovens que, todos os anos, obtêm experiência profissional digital nas várias operações do Grupo.

Este compromisso de ajudar os jovens a alcançar o seu potencial máximo no mundo digital foi hoje assumido num encontro em Bruxelas, que contou com a presença do CEO do Grupo Vodafone, Vittorio Colao, da Chefe de Gabinete para a Economia e Sociedades Digitais da União Europeia, Lora Borissova, e da Diretora-Adjunta do Departamento de Educação e Competências da OCDE, Montserrat Gomendio. Neste evento foram igualmente divulgados os resultados do survey ‘The State of iGen’, que atesta a insuficiente preparação dos jovens para a economia digital (estudo completo com dados de Portugal aqui).

Desenvolvido pela Vodafone em estreita colaboração com psicólogos especializados, assessores de carreiras e formadores, Future Jobs Finder (https://futurejobsfinder.vodafone.com) é uma ferramenta de desenvolvimento de competências digitais e acesso a oportunidades de emprego nesta área, que permitirá aos utilizadores a realização de um conjunto de testes psicométricos, desenhados para identificar as suas aptidões e interesses, sugerindo as profissões mais adequadas ao perfil de cada um no mercado de trabalho digital.

De acordo com os resultados obtidos, os jovens são direcionados para as oportunidades de emprego existentes em empresas dos mais variados sectores a nível mundial, incluindo a Vodafone. A par disso, estão disponíveis informações acerca de cursos de formação, muitos deles gratuitos, bem como um resumo das principais competências e pontos fortes de cada utilizador e que podem ser usados para melhorar o Curriculum Vitae.

Já no que diz respeito ao aumento de oportunidades para jovens no Grupo Vodafone, a Empresa revelou que, nos próximos cinco anos, vai duplicar esse número a nível mundial, impactando um total de cerca de 100 mil pessoas. Este objetivo traduz o maior compromisso alguma vez levado a cabo pela Vodafone nos seus 33 anos de existência. Em Portugal, a ambição é chegar a cerca de 3000 jovens até ao final de 2022.

A decisão do Grupo Vodafone em desenvolver estas medidas resulta da vontade da Empresa em contribuir para travar os números alarmantes do desemprego jovem, bem como colmatar a ausência de uma formação focada no digital nas novas gerações.

Atualmente, a International Labour Organization (ILO) estima que existam mais de 200 milhões de jovens desempregados ou com emprego precário. Em muitos dos países onde o Grupo Vodafone opera, o desemprego jovem atinge valores preocupantes, como por exemplo em Itália (38%), Espanha (39%) e Grécia (47%). Em Portugal, a Organização indica que a percentagem de jovens com menos de 24 anos sem trabalho ascendia a 23,8% em 2017.

Apesar destes números, o tecido empresarial ainda enfrenta muitas dificuldades em preencher vagas para cargos relacionados com tecnologia que, com a evolução da economia digital, são cada vez mais críticos para o crescimento de qualquer empresa. A Comissão Europeia estima que cerca de 500 mil empregos digitais em toda a União Europeia continuarão por preencher até 2025.

Nenhuma sociedade prospera se grande parte dos seus jovens estiver desempregado. Ao longo da história, as novas tecnologias foram substituindo cargos em múltiplas indústrias, reduzindo o número de empregos disponíveis. Contudo, simultaneamente, começaram a surgir outros empregos. Com o passar do tempo, todos os locais de trabalho serão digitais, dando origem a uma crescente procura por profissionais especializados em competências digitais e tecnológicas. Queremos ajudar as novas gerações a não ficarem excluídas do novo mundo laboral”, afirma Vittorio Colao, CEO do Grupo Vodafone.

Começar uma carreira profissional na Vodafone

O programa ‘What will you be?’ é, assim, mais um instrumento disponibilizado pela Vodafone para explorar o potencial do segmento jovem. E, de acordo com Guy Ruder, diretor-geral da ILO, o seu aparecimento nesta altura é “oportuno e muito bem-vindo”. “A economia digital tem um enorme potencial para criar oportunidades de emprego para os jovens e agir como um catalisador do crescimento e desenvolvimento sustentável. Este potencial apenas pode ser concretizado se os jovens tiverem as competências que as economias em rápida mudança exigem. Ferramentas como o Future Jobs Finder podem, com certeza, ajudá-los a encontrar o caminho certo para o seu futuro”, acrescenta o responsável.

Em todos os mercados onde a Vodafone opera, já existem programas desenvolvidos especificamente para promover oportunidades não só de aprendizagem e crescimento, como também de primeiro contacto com o mercado de trabalho. Entre eles destacam-se o Vodafone Discover Graduates (programa de dois anos para recém-mestrados), os Estágios de Verão (programa de dois ou cinco meses para alunos do Ensino Superior), o High School Job Shadowing (para alunos do ensino Secundário), os Apprenticeships (estágios para alunos do Ensino Secundário Profissional) ou, ainda, projetos como o Girls in STEM, onde se formam adolescentes em programação. A par destes programas, a Fundação Vodafone e o Clube Vodafone desenvolvem regularmente projetos destinados à formação digital dos jovens.

A ferramenta Future Jobs Finder está a partir de hoje acessível através da área de Recursos Humanos do site da Vodafone Portugal.

Mais informações sobre o programa ‘What will you be?’ disponíveis aqui.

Recomendações

Recomendações

Comente, dê a sua opinião!