Empregado mostra onde são feitos os gelados do McDonald’s

Detectamos que usa um AdBlock

Utilizamos anúncios para ajudar a manter o nosso site, considere desativar o AdBlock (bloqueador de anúncios) no nosso site para poder ver os conteúdos.

Os nossos anúncios não são intrusivos!

O tempo quente de verão pede um gelado mas, para quem gosta desta sobremesa nos restaurantes Mc Donald’s, o encanto pode facilmente esvanecer-se.

Um empregado de um restaurante dos arcos dourados, no Louisiana, EUA, publicou imagens chocantes que mostram a falta de higiene da máquina que produz os famosos sundaes.

As fotografias, publicadas nas redes sociais e que depressa se tornaram virais, mostram peças internas da máquina de gelados com uma grande acumulação de gelado completamente coberto de bolor e putrefacto.

“Isto veio de uma máquina de gelados do Mc Donald’s, para o caso de terem dúvidas”, escreve Nick, que trabalhou no restaurante durante cinco meses e garante que o equipamento nunca foi limpo por técnicos.

Empregado mostra onde são feitos os gelados do McDonald’s

Depois de denunciar a situação, o jovem foi despedido.

O jovem explica que quis publicar as fotografias por já ter arranjado outro trabalho e porque “queria que as pessoas soubesses as condições nojentas” deste restaurante em particular. Outras imagens mostram também gelado podre misturado com gordura por baixo da máquina.

Nick mostrou ainda os produtos usados pela cadeia nos menus “fresquinhos, acabados de sair do congelador” e acusa a empresa de usar o que “nem é peixe nem carne a sério” nos seus hambúrgueres.

Depois da denúncia, o Mc Donald’s já emitiu um comunicado em que garante que o equipamento visto nas fotografias não entra em contacto direto com os alimentos.

“O nosso compromisso é gerir bons restaurantes e oferecermos aos nossos clientes comida de alta qualidade e um excelente serviço, num ambiente limpo.

Esta é uma parte interior do equipamento que não entra em contacto direto com os gelados e que é necessário ser sujeita a uma limpeza regular”, explica a cadeia de restaurantes.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Qual a sua opinião?