in

Gerador e Ciência Viva juntam-se para apoiar jovens jornalistas

Adobe Stock

O Gerador e a Ciência Viva apresentam um novo apoio para estimular a produção de trabalho jornalístico de qualidade: a Bolsa Gerador Ciência Viva para jovens jornalistas, com um valor total de 2.250 euros por trimestre.

Desde janeiro de 2021 que o Gerador tem criado condições para a concretização de reportagens de investigação, com a atribuição de duas bolsas a projetos apresentados por jovens jornalistas. A partir de hoje surge a nova Bolsa Gerador Ciência Viva para jovens jornalistas, com o importante contributo da Ciência Viva, a entidade fundamental para a promoção da cultura científica e tecnológica em Portugal.

Bolsa Gerador Ciência Viva para jovens jornalistas pretende criar condições para que jovens jornalistas, formados em jornalismo ou ainda em formação, até aos 35 anos de idade, possam desenvolver reportagens de investigação de qualidade, com acesso a recursos técnicos, humanos e financeiros.

Os interessados poderão apresentar os seus projetos para a atual bolsa até 8 de outubro, privilegiando-se as propostas que incidam numa das seis áreas de intervenção editorial prioritária: sociedade, cultura, ambiente e sustentabilidade, interior do país, juventude e ciência.

As candidaturas abrem hoje, dia 13 de setembro, e todos os jovens cidadãos nacionais ou estrangeiros residentes em Portugal podem concorrer com propostas a título individual e escritas em português. O prémio por bolsa será de 2.250 euros, composto por 1.500 euros para a reportagem e 750 euros de prémio monetário a entregar ao jornalista. A reportagem vencedora desta edição das bolsas será publicada na Revista Gerador de Fevereiro de 2022 e nos meios digitais do Gerador.

Bolsa Gerador Ciência Viva para jovens jornalistas abrirá uma nova candidatura em novembro deste ano. Em 2022 haverá edições em fevereiro, maio, setembro e novembro.

Sugestões para ti