in

Homem morto à marretada em Boticas vivia há um mês com o cunhado, suspeito de o ter assassinado

Manuel Martins Pereira, com 48 anos, foi encontrado morto, na manhã deste domingo, em casa, na localidade de Cerdedo, em Boticas.

Ao que o Correio da Manhã apurou, o homem vivia com o cunhado há cerca de um mês depois de se ter chateado com a ex-mulher em França. Foi este cunhado que deu o alerta para a morte de Manuel Pereira, e foi também este indivíduo que foi detido suspeito de ter assassinado a vítima à marretada. 

Os motivos que levaram ao desentendimento não foram ainda desvendados, estando a PJ agora a investigar as circunstâncias que levaram ao homicídio.

Segundo fonte da GNR, o alerta foi dado por volta das 07h40 e, o corpo estava “prostrado na cama com escoriações na cabeça”. 

“O homem estava prostrado na cama com escoriações na cabeça”, acrescentou fonte das autoridades. 

A Polícia Judiciária de Vila Real foi chamada ao local e acabou por deter o cunhado na mesma manhã, por ser suspeito de ter assassinado a vítima. 

Ao que o CM apurou, o homem era natural de Montalegre mas tinha casado naquela localidade, embora estivesse divorciado. Trabalhava e vivia em França.

O corpo foi transportado para o gabinete médico legal de Chaves onde será autopsiado.

Este artigo foi publicado originalmente no Correio da Manhã

Sugestões para ti